BEM-VINDOS!!!

Olá!!
Neste espaço podes informar-te acerca de alguns assuntos do teu interesse e até manifestar a tua opinião. Podes ainda tirar algumas dúvidas que serão esclarecidas logo que possível.
Aceitamos sugestões!!
Contamos com a tua participação!!


Tira as tuas dúvidas e envia as tuas sugestões para:
adolescente@azogla.com

Quais os temas que mais gostarias que fossem abordados neste blogue?

Caso queiras ver abordado outro tema, envia a tua sugestão para o endereço electrónico do Gabinete de Apoio ao Adolescente (adolescente@azogla.com).

segunda-feira, 14 de julho de 2008

OBESIDADE


Doença dispendiosa, de alto risco, crónica e reincidente; esta doença afecta milhões de pessoas em todo o mundo, inclusive crianças. Embora não seja nova, ela assume agora proporções epidémicas e está a aumentar exageradamente. Esta tendência é, sem dúvida, alarmante em virtude das doenças associadas à obesidade.

O mundo vive hoje a epidemia da obesidade, uma doença que cresce em proporções alarmantes. Apesar dos poucos dados epidemiológicos disponíveis, a maioria dos países desenvolvidos já identificou o problema e estão, juntos, dimensionando a eclosão desta doença.


Quais são os factores de risco?

Vida sedentária - quanto mais horas de televisão, jogos electrónicos ou jogos de computador, maior a prevalência de obesidade;
Zona de residência urbana - quanto mais urbanizada é a zona de residência maior é a prevalência de obesidade;
Grau de informação dos pais - quanto menor o grau de informação dos pais, maior a prevalência de obesidade;
Factores genéticos - a presença de genes envolvidos no aumento do peso aumentam a susceptibilidade ao risco para desenvolver obesidade, quando o indivíduo é exposto a condições ambientais favorecedoras, o que significa que a obesidade tem tendência familiar;
Gravidez e menopausa podem contribuir para o aumento do armazenamento da gordura na mulher com excesso de peso.

Que consequências para a saúde acarreta a obesidade?

Aparelho cardiovascular - hipertensão arterial, arteriosclerose, insuficiência cardíaca congestiva e angina de peito;
Complicações metabólicas - hiperlipidémia, alterações de tolerância à glicose, diabetes tipo 2, gota;
Sistema pulmonar - dispneia (dificuldade em respirar) e fadiga, síndroma de insuficiência respiratória do obeso, apneia de sono (ressonar) e embolismo pulmonar;
Aparelho gastrintestinal - esteatose hepática, litíase vesicular (formação de areias ou pequenos cálculos na vesícula) e carcinoma do cólon;
Aparelho genito-urinário e reprodutor - infertilidade e amenorreia (ausência anormal da menstruação), incontinência urinária de esforço, hiperplasia e carcinoma do endométrio, carcinoma da mama, carcinoma da próstata, hipogonadismo hipotalâmico e hirsutismo;
Outras alterações - osteartroses, insuficiência venosa crónica, risco anestésico, hérnias e propensão a quedas.

A obesidade provoca também alterações socio-económicas e psicossociais:

Discriminação educativa, laboral e social;
Isolamento social;
Depressão e perda de auto-estima.

Como se previne a obesidade?

Dieta alimentar equilibrada;
Actividade física regular;
Modo de vida saudável.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Tatuagens


A tatuagem convencional é permanente. As técnicas para apagá-la não são 100% eficazes e são caras.

Riscos

Alergias aos pigmentos.

Infecções se as medidas de higiene não forem rigorosas.

Cicatrizes que dependem da habilidade do tatuador e das características de cicatrização da pele.

Não deves fazer tatuagens...

Se sofres de alguma doença de pele: dermatite, acne, herpes, verrugas...
Se és alérgico a alguns pigmentos;
Se tens tendência para cicatrizes em relevo.

Não faças tatuagens com motivos sobre os quais podes mudar de ideias - nome do namorado/a.

As raparigas não devem fazer tatuagens na barriga porque com uma futura gravidez a tatuagem pode ficar deformada.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Pírcingues - Pensa antes de decidir




Sabes que são dolorosos e se não forem bem feitos, podem ter consequências para a saúde?

Quais os riscos dos pírcingues?

Alergias
se os materiais não forem adequados.

Alterações na boca
Um pírcingue na língua pode alterar a produção de saliva, levar à perda de paladar, inchaço na língua, dificuldades em mastigar, lesões e alterações nos dentes.

Hemorragias
Se o pírcingue for colocado numa zona muito irrigada por vasos sanguíneos.

Infecções
Se as medidas de higiene não forem rigorosas.A infecção pode ser local ou generalizada, como a SIDA ou a hepatite B ou C.

Traumatismos
Se o pírcingue for arrancado por fricção.

Cicatrizes
QUe dependem da habilidade do profissional e das características de cicatrização da pele.

Antes de fazer um pírcingue fala com os teus pais sobre o assunto e consulta um médico para saber se há contra-indicações.

In Teste Saúde, n.º 55, Junho/Julho de 2005

terça-feira, 29 de abril de 2008

ÁLCOOL E FALSOS CONCEITOS



O álcool (não) aquece...
O álcool faz com que o sangue venha do interior do organismo à superfície da pele, dando a sensação de calor, mas esta deslocação de sangue provoca uma diminuição da temperatura interna, prejudicando o funcionamento de todos os órgãos.

O álcool (não) mata a sede...
A sensação de sede significa necessidade de água. Quando se toma uma bebida alcoólica, uma quantidade considerável de água, que faz falta ao organismo, sai pela urina, aumentando assim a necessidade de água no organismo, logo a sede vai-se agravando.

O álcool (não) dá força...
O álcool tem uma acção excitante e anestésica, que disfarça o cansaço físico ou intelectual intenso, dando a ilusão de voltarem as forças mas, depois o cansaço é a dobrar, porque o álcool gastou energia ao ser "queimado" no fígado.

O álcool (não) é um alimento, (não) facilita a digestão (nem) abre o apetite...
O álcool não é um nutriente porque produz calorias inúteis para os músculos e não serve para o funcionamento das células. Contrariamente aos verdadeiros nutrientes, ele não ajuda na edificação, construção e reconstrução do organismo. O álcool faz com que os movimentos do estômago sejam muito mais rápidos e os alimentos passem para o intestino sem estarem devidamente digeridos, dando a sensação de estômago vazio e digestão feita. O resultado é a falta de apetite e o aparecimento de gastrites e úlceras.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Os malefícios da droga



A droga é tudo aquilo que é fumado, inalado, engolido ou injectado. Além disso, provoca alterações psíquicas, sentidas como agradáveis, mas que cria com a pessoa uma relação em que esta se sente cada vez mais ligada à droga e cada vez menos capaz de se interessar e sentir prazer nas coisas normais da vida.
Em relação a muitas drogas, são já perfeitamente conhecidos os prejuízos que causam à saúde. Em relação a outras é um problema que continua em estudo. Isto é natural, pois também em relação ao tabaco só várias centenas de anos depois do uso ser generalizado se descobriu a sua influência em certas doenças.
Mas o problema principal das drogas é o empobrecimento psicológico, a apatia, o imobilismo, a desmotivação e a dependência.
Assim, tudo vai perdendo o seu significado: os amigos, a conversa, o desporto, a leitura, as viagens, a praia, o cinema e a música.
Pode dizer-se que quem se droga não foi capaz de encontrar na vida outras formas de prazer: o prazer de conversar, de ter amigos, de crescer, tornando-se mais livre e independente dos pais, de ter as suas ideias e lutar por elas, de ler, de aprender, de descobrir, de ensinar, partilhar, de ter projectos de vida, de viver com alegria, com energia, com esforço e com amor.

In Colecção PROJECTO VIDA "OS JOVENS E A DROGA"

O que pensas sobre este assunto?

segunda-feira, 31 de março de 2008

Carolina Michaelis abre caça aos telemóveis

A partir de hoje, a secundária do Porto passa a confiscar os telemóveis interceptados nas aulas. Os aparelhos só serão entregues no final do ano lectivo, à família do aluno, à PSP ou a instituições de caridade.

A medida foi proposta pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), depois da agressão de uma aluna à professora Adozinda Cruz, tornada pública há uma semana.

A DREN entende que a apreensão dos aparelhos é um procedimento normal, já que se trata de um «objecto ilícito à luz do regulamento da escola». Segundo a directora Margarida Moreira, citada pelo JN, os telemóveis retirados aos alunos já eram devolvidos às famílias no dia seguinte.

«Não deixa de ser lamentável que muitos encarregados de educação se recusem a ir buscar os aparelhos, alegadamente por concordarem com a sanção», afirma a responsável, que pede mais envolvimento dos pais. Só assim esta medida «faz sentido», considera.

Alunos ainda não sabem para onde vão

Os dois jovens envolvidos na polémica, Patrícia (agressora) e Rafael (autor do vídeo), ambos expulsos, não regressam à escola esta semana.

«A transferência está a ser estudada com todo o cuidado e de acordo com as respectivas famílias e com as escolas para onde poderão ir», disse ao CM a directora da DREN.

«Os alunos estão fragilizados, mostram-se arrependidos e querem seguir outros caminhos melhores», adianta a resposnável, pedindo para que os jvens «sejam agora deixados em paz».

Professora teme regresso

A professora de francês, que formalizou queixa judicial contra três alunos, devia voltar hoje a dar aulas, mas, segundo Margarida Moreira, «está muito fragilizada devido à exposição pública a que foi sujeita».

A substituição poderá ocorrer se for desaconselhável o seu regresso ao serviço ou à leccionação na turma do 9.º C. A DREN ainda não falou directamente com a docente.


In aeiou quiosque


Dá a tua opinião acerca deste assunto.

segunda-feira, 10 de março de 2008

Contracepção, um modo de evitar uma gravidez não desejada



Será que estou grávida? Será que ela está grávida?




SERÁ QUE ESTOU GRÁVIDA?
RELAÇÕES SEXUAIS DESPROTEGIDAS
FALTA DA MENSTRUAÇÃO
ESQUECI-ME DE USAR PRESERVATIVO
UM TESTE DE GRAVIDEZ O MAIS RAPIDAMENTE POSSÍVEL






São muitas as raparigas e rapazes que já passaram por este tipo de experiência, sentindo
certamente o mesmo pânico, os mesmos medos, tendo as mesmas dúvidas, as mesmas
preocupações e partilhando a mesma esperança: “não passou de um susto”, ou “só acontece
aos outros” e ainda “felizmente houve um engano”.
Se existiram relações sexuais desprotegidas e a menstruação não apareceu na altura em que
deveria surgir, não vale a pena entrar em pânico, mas também não resulta fugir. Quer uma
coisa, quer outra só causam mais angústia e preocupação! Deves sim, fazer um teste de
gravidez o mais rapidamente possível, e aí, de acordo com o resultado, reflectir sobre o
assunto e tomar as decisões apropriadas, sempre com o apoio de alguém em quem se confia.
Em, Portugal, segundo dados do Instituto Nacional de estatística, em 10 anos ocorreram
47.178 partos em adolescentes dos 11 aos 17 anos.
Para não fazeres parte deste número estatístico, vive as tuas emoções com respeito e
responsabilidade, escolhendo e usando o método contraceptivo adequado a ti!
Adaptado de Gabinete da Saúde - apvm
Caso queiras saber mais sobre este assunto, coloca as tuas dúvidas através do endereço electrónico adolescente@azogla.com ou dirige-te à Sala do Aluno, às sextas-feiras, das 08h.30min às 09h.30min, onde funciona o Gabinete de Apoio ao Adolescente.